Presidente da CMA quer protagonismo de engenheiros na arbitragem

O engenheiro civil e advogado Robert Farrer assumiu no dia 20 de dezembro a presidência da Câmara de Mediação e Arbitragem do Crea-Minas.   Consultor e árbitro em contratos de engenharia no Brasil e exterior, Farrer quer maior protagonismo de engenheiros na arbitragem, método extrajudicial de solução de conflitos. Ele defendeu a atuação mais efetiva e um novo mercado aos profissionais da área tecnológica durante a posse, realizada na plenária de encerramento das atividades do Conselho em 2018. 

Farrer: Pretendo lutar muito para inserir mais engenheiros atuando como árbitros. A arbitragem hoje é uma atividade quase que privativa de advogados. E tratam, na maioria das vezes, de arbitragem de obras. Então, os engenheiros poderiam ter papel mais preponderante. Acho que a CMA pode atuar bem nisso, abrindo mercado, ampliando esse mercado interessante para os profissionais. 

Na posse, Farrer destacou ainda que pretende difundir ainda mais a arbitragem no poder público e valorizar métodos alternativos à soluções de conflitos na área ambiental, com foco na recomposição de danos e não em multas. O presidente da CMA também valorizou o trabalho do antecessor, engenheiro civil Clemenceau Chiabi Saliba Júnior. Segundo ele, a liderança de Clemenceau consolidou a Câmara no mercado. De fato, A Câmara de Mediação e Arbitragem do Crea-Minas foi a primeira entidade do segmento a receber o selo de qualidade do Programa Brasileiro de Autorregulamentação de Boas Práticas em Arbitragem, Conciliação e Mediação. O certificado foi entregue no dia 14 de maio, em Belo Horizonte. A CMA ganhou o título após análise, verificação e auditoria realizadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), que constatou os parâmetros técnicos e éticos dos procedimentos de resolução e conflitos. Clemenceau recebeu na sessão solene acomenda Engenheiro Onofre Braga de Faria, que presidiu o Confea entre os anos de 1982 e 84.  

Clemanceau: Era uma pessoa muito além do seu tempo. Doutor Onofre inclusive assinou um manifesto em favor da Engenharia: Os engenheiros pedem a palavra. E ele entregou este documento ao presidente João Baptista Figueiredo, na época. Então receber esta comenda com o nome de uma pessoa tão importante é uma honra, pelo reconhecimento do nosso trabalho pela Engenharia e na resolução das disputas. 

A Câmara de Mediação e Arbitragem do Crea-Minas foi criada em 2012. No ano passado, houve uma taxa de satisfação de 92% de toda a demanda recebida pela CMA. O tempo médio para a solução dos processos é de 30 dias, sendo que o fator maior de morosidade é o contato com as partes envolvidas. Em seis anos, a CMA atuou para a resolução de três mil conflitos que envolveram profissões de base tecnológica, regulamentadas pelo Crea.

Plano de Ações

O presidente da Câmara de Mediação e Arbitragem do Crea-Minas (CMA), engenheiro civil Robert Farrer e os vice-presidentes, engenheiros civis Luis Carlos Andrade Pimenta e Érico da Gama Torres, reuniram-se com o presidente do Conselho, engenheiro civil Lucio Borges, no dia 14 de janeiro de 2019. na sede do Crea, em Belo Horizonte. Na oportunidade, discutiram o Plano de Ações da CMA para este ano, estabelecendo estratégias e objetivos a serem cumpridos. “Conversamos com o presidente do Crea e apresentamos o plano de ação para este ano. Em 2019, vamos unir esforços para melhorar ainda mais os serviços que prestamos aos profissionais e à sociedade”, ressaltou o presidente Robert Farrer.

Dentre os pontos que foram apresentados durante a reunião, estão a valorização dos profissionais e a abertura de novos mercados. “Queremos trabalhar com os inspetores e conselheiros do Crea para divulgar a CMA, apresentando não apenas o trabalho que realizamos, mas também mostrando os serviços que podem ser realizados pelos próprios profissionais”, apontou o vice-presidente Érico da Gama Torres. O Plano de Ações apresentado ao presidente do Conselho também foca na formalização de convênios, fortalecimento da mediação para questões referentes à área ambiental e realização de congressos durante o ano.

Câmara de Mediação e Arbitragem

A CMA foi criada para auxiliar a sociedade e os profissionais na solução de problemas e questões que envolvam a engenheira. Ela oferece formas alternativas e eficazes para a construção de soluções pacíficas de conflitos, através da humanização nos procedimentos de resolução de controvérsias, visando a preservação dos relacionamentos empresariais e interpessoais e utilizando procedimentos de conciliação, mediação e arbitragem. “Nosso objetivo é que a CMA seja referência como Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem com foco na administração de conflitos envolvendo as áreas tecnológicas abrangidas pelo Sistema Confea/Crea”, destacou o vice-presidente, Luis Pimenta.

CMA recebe selo de qualidade

A Câmara de Mediação e Arbitragem (CMA) do Crea-Minas recebeu o selo de qualidade do Programa Brasileiro de Autorregulamentação de Boas Práticas em Arbitragem, Conciliação e Mediação (Parconima), concedido pelo Conselho Nacional de Mediação e Arbitragem (Conima), em solenidade realizada no dia 14 de maio de 2018, na sede do Conselho.

Saiba mais: http://www.crea-mg.org.br/comunicacao/noticias/2018/maio/camara-de-mediacao-e-arbitragem-do-crea-minas-recebe-selo-de-qualidade

Certificação da CMA no PARCONIMA ING/MG-001.001/18, Nível INGRESSO.

PARCONIMA – Programa Brasileiro de Autorregulamentação de Boas Práticas em Arbitragem, Conciliação e Mediação: Conjunto de documentos que definem as ações e responsabilidades dos participantes, em busca dos objetivos da qualidade na administração de solução de conflitos.

Certificação PARCONIMA

Workshop: As Práticas Colaborativas Interdisciplinares em BH com Olivia Fürst

As Práticas Colaborativas consistem em um método sofisticado e não adversarial de gestão de controvérsias, baseado no diálogo e na abordagem multidisciplinar. Têm pertinência sempre que as partes desejarem resolver a controvérsia por meio da construção de um acordo customizado.

Saiba mais sobre as Práticas Colaborativas em: http://www.praticascolaborativas.com.br

As Práticas Colaborativas Interdisciplinares com Olivia Furst

[COBERTURA] Seminário de Mediação e Conciliação e Workshop de Arbitragem na Administração Pública

A CMA realizou no dia 27 de novembro o Seminário de Mediação e Conciliação aplicadas à Engenharia e o II Workshop de Arbitragem na Administração Pública que contou com a participação de engenheiros, advogados, estudantes e entes da administração pública interessados em conhecer mais sobre os métodos consensuais na solução de conflitos.  Os eventos contaram com a presença de renomados palestrantes e com participação significativa do público.

A cobertura completa e as fotos podem ser conferidas através do link: cmaseminario2017.aspx, ou no site do Crea-Minas: www.crea-mg.org.br, /comunicação/eventos.

image-0138698655361_15d32a224a_o

Workshop - Banner 290x184px37817553625_cab6450e0a_o

 

[Painel 3 e 4] Mediação e Conciliação como Política Pública e Cases de Sucesso

O fomento da solução adequada dos conflitos foi implementado no Brasil através da Resolução 125 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) no ano de 2010. Somou-se a tal resolução, incentivando as formas pacíficas de solução de controvérsias, a lei de mediação e o novo Código de Processo Civil (CPC). Atualmente, optar pelo caminho da conciliação e mediação resume-se em escolher uma alternativa prioritária de solução de litígios, resgatando a autonomia da vontade das partes, preservando as relações com a garantia de sigilo e de melhor custo beneficio do procedimento. [Painel 3]

Cases de Sucesso

O grande interesse do público em conhecer casos práticos que trazem precedentes sobre a resolução dos problemas de forma amigável é um dos fatores que estimula a solução dos conflitos através da mediação. No histórico do cenário nacional atual, já há vários registros de atores sendo eles pessoas física, jurídica ou da administração pública que optam pela via consensual com exitosas histórias para contar. [Painel 4]

Venha participar do Seminário Mediação e Conciliação aplicadas à Engenharia, no dia 27/11, de 9 às 13 horas, na sede do Crea-Minas. Inscrições no link abaixo:

Seminário Mediação e Conciliação

image-01

Dia 27/11: II Workshop de Arbitragem na Administração Pública

Descrição do evento

Decisão, economia, celeridade e segurança jurídica são os principais pontos a serem discutidos nesse Workshop.

É a Câmara de Mediação e Arbitragem do Crea-Minas (CMA) contribuindo com a administração pública, visando elucidar aos procuradores dos municípios e do estado, secretários do estado e advogados de empresas da administração pública direta ou indireta a importância da utilização da arbitragem aplicada aos contratos da gestão pública.

PROGRAMAÇÃO

     14 às 14h30 – Credenciamento

     14h30 às 18h – Workshop

  • Mitos e preconceitos
  • Previsão legal e as vantagens para administração/empresa
  • Convenção arbitral
  • Procedimento arbitral
  • Cumprimento da Sentença Arbitral e Custo

Convite é extensivo aos representantes da área jurídica, licitação, contratos e obras.

 Local: Plenário do Crea-Minas (6º andar)                                                                                                               Av. Álvares Cabral, 1.600 – Santo Agostinho – Belo Horizonte

Workshop - Banner 290x184px